Carta às 7 Igrejas da Ázia

ESTUDOS BÍBLICOS

CARTAS ÀS 7 IGREJAS DA ASIA 

Carta à Igreja de Éfeso

< Apocalipse 2:1-7 >

“Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro: Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer. Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas. Tens, contudo, a teu favor que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus.”

Exegese

Versículo 1: “Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro.”

A Igreja de Éfeso era a igreja de Deus plantada pela fé no evangelho da água e do Espírito que Paulo pregava. Os “sete candeeiros de ouro” nesta passagem se referem às igrejas de Deus, os ajuntamentos daqueles que crêem no evangelho da água e do Espírito, e as “sete estrelas” se referem aos servos de Deus ali. A frase “Aquele que conserva na mão direita as sete estrelas” significa, em outras palavras, que o próprio Deus segura e usa os Seus servos.

Nós devemos perceber que o que Deus falou para as sete igrejas na Ásia através do Seu servo João também está endereçado para todas as igrejas dos dias de hoje, que agora estão enfrentando o fim dos tempos. Através das Suas igrejas e Seus servos, Deus fala conosco e nos diz como superar as provações e tribulações que nos esperam. Nós devemos vencer Satanás ouvindo e crendo na Palavra do Apocalipse. Deus fala para todos da Sua igreja.

Versículo 2 “Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos;”

O Senhor qualificou a Igreja de Éfeso pelas suas obras, labor, perseverança, pela sua intolerância ao mal e por provar e revelar os falsos apóstolos. Nós podemos perceber nesta passagem como era grande a fé e a dedicação da Igreja de Éfeso. Mas devemos perceber que, mesmo tendo sido bom o início da sua fé, ela decaiu mais tarde e então se tornou inútil. Nossa fé deve ser a verdadeira fé que começa e firme permanece da mesma forma até o fim.

Mas a fé dos servos da Igreja de Éfeso não era assim e, por isso, a Igreja foi duramente advertida por Deus de que Ele moveria Seu candeeiro do lugar. Como a história da igreja revela, as sete igrejas da Ásia Menor estavam fadadas a terem seus candeeiros removidos. Nós devemos aprender com as lições da Igreja de Éfeso e lembrar que nossas igrejas devem ser aprovadas por Deus e fundamentadas na fé do evangelho da água e do Espírito, também lembrar que devemos nos tornar servos de Deus que mantêm nossas igrejas por esta fé.

Versículo 3: “e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer.”

Nosso Senhor olha para todas as Suas igrejas e sabe bem como os Seus santos trabalham pelo Seu nome. Mas os santos da Igreja de Éfeso estavam esquecendo de sua primeira fé e começaram a cair em caminhos errados, misturando o evangelho da água e do Espírito com outras crenças.

Versículo 4: “Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor.”

As obras da fé dos servos e santos da Igreja de Éfeso eram tão grandes que o próprio Senhor elogiou-as por suas obras, labor e perseverança. Eles testavam e descobriam falsos apóstolos, perseveravam e trabalhavam pelo nome do Senhor e não se deixaram esmorecer. Mas, no meio destas obras, eles perderam o mais importante de tudo: eles deixaram o primeiro amor dado por Jesus Cristo.

O que significa isso? Significa que eles falharam em guardar o evangelho da água e do Espírito que permitiu que eles fossem libertos de uma vez por todas de seus pecados pela fé no Senhor. O seu abandono do evangelho da água e do Espírito, por outro lado, significa que eles aceitaram novos ensinamentos e outros evangelhos em sua igreja.

O que eram, então, estes novos evangelhos e ensinamentos? Eram as filosofias mundanas e ideologias humanistas. Estas coisas ainda permanecem contra a verdade da salvação que Deus deu à humanidade. Elas podem ser benéficas para a carne humana, ou mesmo talvez conduzir à unidade e paz entre as pessoas, mas não podem fazer os corações das pessoas se unirem a Deus. Foi assim que os servos e santos da Igreja de Éfeso transformaram sua fé em uma fé apóstata, abominável diante de Deus, e é por isso que foram reprovados pelo Senhor.

Quando olhamos para a história da igreja, podemos ver que o evangelho da água e do Espírito começou a se degenerar desde o tempo da Igreja Primitiva. Aprendemos então que nós devemos guardar com firmeza o evangelho da água e do Espírito, agradar a Deus com nossa fé permanente e superar Satanás e o mundo em nossa luta contra eles.

O que era, então, o “primeiro amor” para os servos e santos da Igreja de Éfeso? O seu primeiro amor não era outro senão o evangelho da água e do Espírito que Deus os deu. O evangelho da água e do Espírito é a Palavra da salvação que tem o poder de libertar a todos dos pecados do mundo.

Deus revelou a Paulo, João e aos servos das sete igrejas na Ásia o que o evangelho da água e do Espírito era e os permitiu que o compreendessem. Foi assim que eles puderam crer no evangelho e como aqueles que ouviram e creram no evangelho pregado por eles puderam ser salvos de todos os pecados do mundo.

Versículo 5: “Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.”

O significado da queda dos servos da Igreja de Éfeso é que a congregação abandonou o evangelho da água e do Espírito. É por isso que o Senhor nos falou para refletirem sobre onde eles podem ter perdido a sua fé, arrepender-se e voltarem à prática das primeiras obras.

O que, então, pode ter causado na Igreja de Éfeso a perda do evangelho da água e do Espírito? A fraqueza na fé da Igreja de Éfeso, seguida pelos pensamentos carnais dos seus servos, é o que leva a igreja à instabilidade. O evangelho da água e do Espírito é de Deus, a absoluta verdade que revelou todas as mentiras das falsas doutrinas e ensinamentos de todas as religiões deste mundo. Isso significa que quando a Igreja de Éfeso pregava e divulgava o evangelho da água e do Espírito, o conflito com as pessoas mundanas era inevitável.

Este conflito tornou mais difícil para os crentes da Igreja de Éfeso lidar com as pessoas mundanas, fazendo com que fossem perseguidos pela fé. Para evitar isso e tornar as coisas mais fáceis para as pessoas entrarem na Igreja de Deus, os servos da Igreja de Éfeso se afastaram do evangelho da água e do Espírito e permitiram que outro evangelho filosófico fosse ensinado.

O “evangelho filosófico” aqui é o falso evangelho derivado de pensamentos humanísticos que buscavam não apenas restaurar o relacionamento entre Deus e o homem, mas também trazer paz no relacionamento entre os homens. Este tipo de fé horizontal e vertical não é o tipo de fé que Deus quer de nós. A fé que Deus quer de nós é a fé que, através da nossa relação obediente com Deus, restaure a nossa paz com Ele.

A razão pela qual os servos da Igreja de Éfeso perderam o evangelho da água e do Espírito é porque eles tentaram aceitar o que não poderia ser aceito na igreja de Deus – ou seja, as pessoas mundanas que não crêem no evangelho da água e do Espírito – e adequaram seus ensinamentos aos seus caprichos. A igreja de Deus só pode ser plantada na fundação da Palavra do evangelho da água e do Espírito.

Mas existem muitas pessoas, nos dias de hoje e na Igreja Primitiva, que pensam que é suficiente crer em Jesus de qualquer forma para ser salvas e que não vêem porque devem crer no evangelho da água e do Espírito. Mas crer em Jesus e ignorar o evangelho da água e do Espírito dado por Deus é uma fé errada. Aqueles que crêem no Senhor apenas como uma mera prática religiosa, sem inspiração, se tornarão inimigos de Deus. É por isso que o Senhor repreendeu e admoestou os servos da Igreja de Éfeso para se arrependerem da sua fé errada e retornarem para a fé primeira e verdadeira, a primeira fé que eles tiveram quando ouviram o evangelho da água e do Espírito pela primeira vez.

Há uma importante lição para nós aqui: se uma igreja de Deus cai na sua fé no evangelho da água e do Espírito, Deus não a chamará mais de Sua igreja. É por isso que o Senhor disse que Ele removeria o candeeiro do lugar e o daria para os crentes no evangelho da água e do Espírito.

Uma igreja que abandonou e não prega mais o evangelho da água e do Espírito não é uma igreja de Deus. É importantíssimo para nós percebermos que crer, defender e pregar o evangelho da água e do Espírito é muito mais importante que qualquer outra obra.

A Ásia Menor, onde as sete igrejas citadas estão localizadas, agora é uma região de Muçulmanos. O Senhor, portanto, removeu o candeeiro, a igreja de Deus, dali e nos fez pregar o evangelho da água e do Espírito por todo o mundo. Na verdadeira igreja de Deus, o evangelho da água e do Espírito é a verdade, ela não pode existir sem esse evangelho. Os doze discípulos de Jesus tinham uma fé consistente no evangelho da água e do Espírito durante a época apostólica (1 Pedro 3:21, Romanos 6, 1 João 5).

O que é mais triste, todavia, é que as igrejas de Deus da Ásia Menor perderam o evangelho da água e do Espírito, desde a época da Igreja Primitiva, e que essa região se tornou muçulmana como resultado. Além disso, mesmo a Igreja de Roma foi atingida pela tragédia de perder o evangelho da água e do Espírito com o Edito de Milão publicado pelo Imperador Romano Constantino.

Versículo 6: “Tens, contudo, a teu favor que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio.”

Os Nicolaítas eram aqueles que usavam o nome de Jesus para perseguir os seus ganhos materiais e mundanos. Mas a Igreja de Éfeso odiava as obras e as doutrinas deles. Para a Igreja de Éfeso, esta era uma coisa que foi grandemente reconhecida por Deus.

Versículo 7: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus.”

Os servos e santos de Deus devem ouvir o que Espírito Santo falar para eles. O que o Espírito Santo os fala é para defender sua fé e espalhar o evangelho da água e do Espírito até o fim. Para isso, eles devem lutar contra aqueles que espalham as mentiras. Perder a luta contra a mentira significa destruição. Os crentes e servos de Deus devem conquistar e vencer seus inimigos com seus braços – ou seja, com a Palavra de Deus e o evangelho da água e do Espírito.

Queira saber mais sobre a Revelação (Apocalipse)? Por favor clique no banner abaixo para adquirir seu livro grátis sobre a Revelação (Apocalipse).


Deus disse, “Ao vencedor, dar-lhe-ei que se alimente da árvore da vida que se encontra no paraíso de Deus”.Deus dará os frutos da árvore da vida para “os vencedores”. Mas vencer significa o que? Nós temos que vencer com a nossa fé aqueles que não crêem no evangelho da água e do Espírito. Os crentes devem se empenhar constantemente nas batalhas espirituais com aqueles que pertencem à mentira e devem sair como vitoriosos nestas batalhas pela sua fé. Também devem dar toda a glória a Deus e viver uma vida de vitória com sua fé no evangelho da água e do Espírito. Apenas aqueles que, com a sua fé na verdade, vencerem seus inimigos na luta estarão aptos a viver no Novo Céu e Nova Terra dada por Deus.

No tempo da Igreja Primitiva, aqueles que buscavam crer e defender o evangelho da água e do Espírito tinham que enfrentar o martírio. Da mesma forma, quando chegar o tempo da vinda do Anticristo, virão muitos outros martírios.

 

Carta à Igreja de Esmirna

< Apocalipse 2:8-11 >

“Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Estas coisas diz o primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver: Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico) e a blasfêmia dos que a si mesmos se declaram judeus e não são, sendo, antes, sinagoga de Satanás. Não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O vencedor de nenhum modo sofrerá dano da segunda morte.”

Exegese

Versículo 8: “Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: Estas coisas diz o primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver:”

A Igreja de Esmirna foi fundada enquanto Paulo estava pastoreando a Igreja de Éfeso. Segundo a passagem acima, os membros desta igreja eram meio pobres e, em razão de sua fé, sofriam oposição dos Judeus em sua comunidade. Podemos ver o quanto esta igreja foi perseguida pelo Judeus pelo martírio de Policarpo, um líder na época dos pais da Igreja. Os santos da Igreja Primitiva enfrentavam constantes perseguições pelos crentes Judeus que rejeitavam Cristo como o seu Messias.

A Igreja de Esmirna foi fundada pelo Apóstolo Paulo. Quando fala “O primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver”, João está se referindo a Deus, que criou o universo. Nosso Senhor, nascido da Virgem Maria, levou todos os pecados do mundo através do Seu batismo por João e foi julgado por este pecado derramando Seu sangue na Cruz. Ele então ressurgiu dos mortos em três dias e está assentado à destra de Deus. Jesus fala ao anjo da igreja de Deus não apenas como o Salvador, mas também como o Todo Poderoso Deus.

 

Versículo 9: “Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico) e a blasfêmia dos que a si mesmos se declaram judeus e não são, sendo, antes, sinagoga de Satanás.”

O Senhor conhecia todas as dificuldades e tribulações que a Igreja de Esmirna estava enfrentando. Apesar de ser uma igreja pobre em termos materiais, a Igreja de Esmirna era rica espiritualmente. Em Esmirna viviam muitos Judeus, que Deus descreve como aqueles que “a si mesmos se declaram judeus e não são, sendo, antes, sinagoga de Satanás”. Estes Judeus se ofereceram como instrumentos de Satanás para serem usados para cumprirem os seus propósitos e, portanto, para tornarem-se obstáculos para a pregação do evangelho da água e do Espírito, perseguindo a igreja de Deus. Eles criam que só eles eram Judeus ortodoxos e que apenas eles eram filhos de Abraão. Mas, na verdade, não só falharam em seguir a fé de Abraão, mas ainda pior, eles terminaram rejeitando o Deus de seus ancestrais. Sendo intensamente perseguidos por estes Judeus, a Igreja de Esmirna era pobre, mas ainda era uma igreja rica em sua espiritualidade.

Versículo 10: “Não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão alguns dentre vós, para serdes postos à prova, e tereis tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida.”

Deus falou para a Igreja de Esmirna “Não temas as coisas que tens de sofrer”, Ele também disse “Sê fiel até à morte” e prometeu que Ele daria a“coroa da vida”. O Senhor conhecia de antemão que Satanás iria ameaçar alguns dos cristãos da Igreja de Esmirna e tentar acabar com a sua fé. É por isso que Ele prometeu que se permanecessem fiéis a Ele até a morte, Ele lhes daria a coroa da vida.

O que o Senhor está falando através desta passagem é que os servos de Deus e santos que vivem no fim dos tempos serão também perseguidos por Satanás e seus seguidores. Mas nós teremos a força para sermos fiéis a Deus até a morte, pois esta força vem com abundância até nós pela nossa fé no evangelho da água e do Espírito e nossa esperança no Novo Céu e Nova Terra que Deus nos prometeu.

Versículo 11: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: O vencedor de nenhum modo sofrerá dano da segunda morte.”

Os crentes do fim dos tempos enfrentarão uma batalha contra o Anticristo e aqueles que estão contra Deus. Deus nos diz que aqueles que tiverem a esperança pelo verdadeiro evangelho e Céu triunfarão com a sua fé. Nos dando a Sua Palavra de verdade e fé, Deus capacitou todos os crentes para vencerem Seus inimigos. A única questão que permanece é se nós estaremos ou não ao lado de Deus e Seus servos.

Queira saber mais sobre a Revelação (Apocalipse)? Por favor clique no banner abaixo para adquirir seu livro grátis sobre a Revelação (Apocalipse).

Romanos 8:18 diz que “Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós.” Nossa perseguição pelo Anticristo e seus seguidores durará pouco, talvez apenas 10 dias. Confiando em Deus, você pode suportar este curto período de sofrimento, vencer o Anticristo, glorificar a Deus e receber o Seu Reino Eterno como recompensa. Deus deu aos santos a força para vencer a sua batalha contra o Anticristo.

Vamos triunfar sobre o Anticristo com a nossa fé no evangelho da água e do Espírito e vamos todos encontrar o Reino Milenar e o Novo Céu e Nova Terra, para vivermos juntos eternamente. A primeira morte se refere a nossa morte física, enquanto a segunda se refere à morte espiritual através da eterna punição no inferno. Para os santos, existe o martírio, morte física, mas não existe morte espiritual.

Eu agradeço a Deus por dar a glória e a honra do martírio para nós, os crentes dos últimos tempos, como Ele deu aos mártires da Igreja Primitiva.

 

Carta à Igreja de Pérgamos

< Apocalipse 2:12-17 >

“Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Estas coisas diz aquele que tem a espada afiada de dois gumes: Conheço o lugar em que habitas, onde está o trono de Satanás, e que conservas o meu nome e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha testemunha, meu fiel, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. Tenho, todavia, contra ti algumas coisas, pois que tens aí os que sustentam a doutrina de Balaão, o qual ensinava a Balaque a armar ciladas diante dos filhos de Israel para comerem coisas sacrificadas aos ídolos e praticarem a prostituição. Outrossim, também tu tens os que da mesma forma sustentam a doutrina dos nicolaítas. Portanto, arrepende-te; e, se não, venho a ti sem demora e contra eles pelejarei com a espada da minha boca. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe.”

Exegese

Versículo 12: “Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Estas coisas diz aquele que tem a espada afiada de dois gumes:”

Pérgamo era uma cidade administrativa na Ásia Menor, cujos habitantes adoravam muitos deuses pagãos. Em particular, era um centro de adoração ao imperador. Ao dizer “aqueles que tem a espada afiada de dois gumes” significa que o Senhor luta contra os inimigos de Deus.

Versículo 13: “Conheço o lugar em que habitas, onde está o trono de Satanás, e que conservas o meu nome e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha testemunha, meu fiel, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.”

Enquanto Pérgamo era um refúgio de adoração ao imperador, também era um lugar onde o servo de Deus chamado Antipas foi martirizado por recusar a idolatria imperial para defender a sua fé no Senhor. Virá novamente o tempo em que as pessoas serão coagidas a adorarem o Anticristo, mas os santos e servos de Deus defenderão a sua fé até o final, assim como Antipas defendeu a sua fé com sua própria vida. Para termos uma fé firme, nós devemos começar a colocar a nossa fé em nossas ações desde já, mesmo começando aos poucos. Quando o tempo da perseguição chegar, os santos e servos de Deus devem confiar no Espírito Santo, devem confiar em Deus e abraçar com vontade o martírio na esperança, para que possam glorificar a Deus e receber o Novo Céu e a Nova Terra Dele.

Versículo 14: “Tenho, todavia, contra ti algumas coisas, pois que tens aí os que sustentam a doutrina de Balaão, o qual ensinava a Balaque a armar ciladas diante dos filhos de Israel para comerem coisas sacrificadas aos ídolos e praticarem a prostituição.”

Deus repreendeu a Igreja de Pérgamo porque alguns de seus membros sustentavam a doutrina de Balaão. Balaão era um falso profeta que afastou os Israelitas de Deus e os fez cometerem idolatria, tentando-os a terem relações com sacerdotisas gentias que adoravam ídolos. O Senhor repreendeu aqueles cuja fé tinha deixado a Deus. Os corações das pessoas O haviam deixado e começaram a adorar falsos ídolos. E o pecado de idolatria é o mais grave pecado diante de Deus.

Versículo 15: “Outrossim, também tu tens os que da mesma forma sustentam a doutrina dos nicolaítas.”

As palavras “Nicolaítas” e “Balaão” na Bíblia são basicamente sinônimas, significando “aqueles que prevalecem sobre o povo”. Quando Deus disse que existiam “os que da mesma forma sustentam a doutrina dos nicolaítas”, essa foi uma outra forma de dizer que a igreja de Deus deve rejeitar “aqueles que sustentam a doutrina de Balaão”. Aqueles que seguiam estas doutrinas dos Nicolaítas e de Balaão eram os que perseguiam ganhos materiais e a idolatria. Tais pessoas devem ser afastadas da igreja de Deus.

Versículo 16: “Portanto, arrepende-te; e, se não, venho a ti sem demora e contra eles pelejarei com a espada da minha boca.”

Deus disse para a Igreja de Pérgamo para deixar sua adoração de falsos deuses e sua busca por ganhos mundanos e retornar para a fé justa, advertindo a igreja que se ao menos não se arrependessem, o Senhor lutaria contra eles com a espada da Sua boca. Isto é, em outras palavras, uma severa restrição na qual Deus advertiu que Ele puniria aqueles que não se arrependessem de seguir a doutrina de Balaão, mesmo se fossem crentes. Aqueles que ouviram esta advertência de Deus e retornaram para Ele sobreviveram, tanto fisicamente como espiritualmente, mas aqueles que não o fizeram tiveram que abraçar sua destruição física e espiritual. Para que os santos e servos de Deus sejam abençoados nesta terra, eles devem ouvir a Palavra de Deus e seguir ao Senhor com fé.

Versículo 17: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao vencedor, dar-lhe-ei do maná escondido, bem como lhe darei uma pedrinha branca, e sobre essa pedrinha escrito um nome novo, o qual ninguém conhece, exceto aquele que o recebe.”

Queira saber mais sobre a Revelação (Apocalipse)? Por favor clique no banner abaixo para adquirir seu livro grátis sobre a Revelação (Apocalipse).


Os verdadeiros santos abraçarão o seu próprio martírio. Deus nos diz que aqueles que forem martirizados em Seu nome receberão a comida do Céu e terão seus nomes gravados em Seu Reino. Para vivermos fisicamente e espiritualmente, devemos ouvir o que o Espírito Santo disse para a igreja de Deus. Para aqueles que vencerem – ou seja, aqueles que vencerem sua batalha contra os seguidores de Satanás – Deus dará a justiça da fé que liberta dos pecados e, por sua fé, escreverá seus nomes no Livro da Vida.

A Bíblia nos diz repetidamente em muitas passagens diferentes que aqueles que perseverarem até o fim receberão a salvação. Os santos, em outras palavras, precisam ser pacientes no fim dos tempos, para que possam defender a sua fé no evangelho da água e do Espírito. Os nomes dos nascidos de novo serão escritos no Livro da Vida. Os crentes devem, portanto, entrar no Reino de Deus não buscando ganhos mundanos e materiais, mas vencendo estas coisas pela fé, até o dia quando finalmente estarão diante de Deus.

 

Carta à Igreja de Tiatira

< Apocalipse 2:18-29 >

“Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes a latão reluzente: Conheço as tuas obras, e o teu amor, e a tua fé, e o teu serviço, e a tua perseverança, e sei que as tuas últimas obras são mais numerosas que as primeiras. Mas tenho contra ti que toleras a mulher Jezabel, que se diz profetisa; ela ensina e seduz os meus servos a se prostituírem e a comerem das coisas sacrificadas a ídolos; e dei-lhe tempo para que se arrependesse; e ela não quer arrepender-se da sua prostituição. Eis que a lanço num leito de dores, e numa grande tribulação os que cometem adultério com ela, se não se arrependerem das obras dela; e ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que esquadrinha os rins e os corações; e darei a cada um de vós segundo as suas obras. Digo-vos, porém, a vós os demais que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conhecem as chamadas profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei; mas o que tendes, retende-o até que eu venha. Ao que vencer, e ao que guardar as minhas obras até o fim, eu lhe darei autoridade sobre as nações, e com vara de ferro as regerá, quebrando-as do modo como são quebrados os vasos do oleiro, assim como eu recebi autoridade de meu Pai; também lhe darei a estrela da manhã. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito dia às igrejas.”


Exegese
Versículo 18: “Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes a latão reluzente:”

O erro da Igreja de Tiatira era permitir os ensinamentos de Jezabel dentro da igreja. Jezabel, esposa do Rei Acabe, trouxe idolatria para Israel e seduziu o seu povo para cometer imoralidade sexual e comer as ofertas sacrificadas a ídolos. Pela descrição de Jesus como tendo “olhos como chama de fogo”, Deus está advertindo que Ele irá reprovar e julgar aqueles que têm a fé errada em Suas igrejas.

Versículo 19: “Conheço as tuas obras, e o teu amor, e a tua fé, e o teu serviço, e a tua perseverança, e sei que as tuas últimas obras são mais numerosas que as primeiras.”

Mas ao mesmo tempo, Deus disse ao Seu servo da Igreja de Tiatira e aos seus santos que suas obras eram melhores do que antes.

Versículo 20: “Mas tenho contra ti que toleras a mulher Jezabel, que se diz profetisa; ela ensina e seduz os meus servos a se prostituírem e a comerem das coisas sacrificadas a ídolos;”

O problema da Igreja de Tiatira era que ela aceitava os ensinamentos de uma falsa profetisa. Aceitando uma charlatã, falsas profetisas como Jezabel, dentro da igreja e seguindo os seus ensinamentos, os corações dos santos acabaram buscando a luxúria da sua carne. Como resultado, a temível ira de Deus estava para ser derramada sobre eles.

A verdadeira igreja de Deus não chama aqueles que não crêem no evangelho da água e do Espírito de santos e nem coloca estas pessoas que não têm o Espírito Santo em seus corações em cargos de liderança na igreja. Eles nunca podem ser aceitos e tolerados na verdadeira igreja de Deus, porque aqueles sem o Espírito Santo buscam a carne e o mundo em vez de Deus.

Versículo 21: “e dei-lhe tempo para que se arrependesse; e ela não quer arrepender-se da sua prostituição.”

A passagem nos fala que aquelas pessoas carnais que não receberam o Espírito Santo não podem reconhecer e ouvir a voz do Espírito Santo. É por isso que a falsa profetisa não podia se arrepender da sua imoralidade sexual. Como resultado, ela foi atingida pela espada do Espírito Santo e foi destruída tanto na carne quanto no espírito.

Na verdadeira igreja de Deus, apenas aqueles que crêem na Palavra do evangelho da água e do Espírito podem ser estabelecidos como servos de Deus. Aqueles que não crêem nesse evangelho não podem, mesmo que sejam excelentes pastores à luz do mundo, tornar-se líderes fiéis que guiam os filhos de Deus em Sua direção. Nós devemos, portanto, discernir os falsos profetas e tirá-los das nossas igrejas. Só assim a igreja de Deus poderá sobreviver a todos os truques de Satanás e seguir ao Senhor espiritualmente.

Versículo 22: “Eis que a lanço num leito de dores, e numa grande tribulação os que cometem adultério com ela, se não se arrependerem das obras dela;”

Este versículo nos fala que se um servo de Deus não discernem e não revelam os mentirosos, o próprio Deus encontrará aqueles que cometem adultério espiritual e os lançará na grande tribulação. Os santos e servos de Deus devem perceber que o próprio Deus mantém as Suas igrejas limpas e as guia ao caminho correto.

Não há lugar para falsos profetas na verdadeira igreja de Deus. Se existem falsos profetas, o próprio Deus os encontrará e os julgará. Quando a confusão é trazida à igreja de Deus por estes falsos profetas, Deus certamente os punirá com grandes tribulações.

Versículo 23: “e ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que esquadrinha os rins e os corações; e darei a cada um de vós segundo as suas obras.”

Deus expulsa os falsos profetas da Sua igreja, para que todos saibam que Ele guarda a Sua própria igreja. Os santos descobrirão que Deus toma conta da sua igreja e que recompensa as suas boas obras da fé.

Versículo 24: “Digo-vos, porém, a vós os demais que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conhecem as chamadas profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei;”

Isto significa que aqueles que já se tornaram santos de Deus, pela crença em Seu evangelho da água e do Espírito, devem se apegar à sua fé até o fim do mundo. Aqueles que crêem neste evangelho não têm outro caminho, senão viver as suas vidas unindo os seus corações com a igreja e com os santos de Deus, devendo defender a sua fé até o final. A verdadeira igreja de Deus deve não só pregar o evangelho da água e do Espírito, mas também revelar os mentirosos com a fé no evangelho.

Versículo 25: “mas o que tendes, retende-o até que eu venha.”

Os crentes nunca devem perder a sua fé no evangelho da água e do Espírito e devem guardá-la até o dia do retorno do nosso Senhor. Há um grande poder e autoridade no evangelho da água e do Espírito que é mais do que suficiente para vencer a Satanás. Os santos podem agradar a Deus com esta fé. Se os santos vivem pela fé no evangelho da água e do Espírito e permanecem dentro da verdadeira igreja de Deus, podem vencer e triunfar, mesmo no fim dos tempos.

Versículo 26: “Ao que vencer, e ao que guardar as minhas obras até o fim, eu lhe darei autoridade sobre as nações,”

Os santos podem vencer todos os seus inimigos pela crença no evangelho da água e do Espírito que Deus os deu. Esta batalha da fé é uma batalha que sempre nos dá a vitória. Portanto, todos os santos lutarão contra o Anticristo e serão martirizados no fim dos tempos e, como resultado, receberão poder para reinar com o Senhor.

Versículo 27: “e com vara de ferro as regerá, quebrando-as do modo como são quebrados os vasos do oleiro, assim como eu recebi autoridade de meu Pai;”

O senhor dará aos santos martirizados Sua autoridade para reinar. Aqueles que vencerem reinarão com um poder, como o versículo descreve, que é forte como uma vara de ferro que pode quebrar em pedaços os vasos do oleiro.

Versículo 28: “também lhe darei a estrela da manhã.”

Aqueles que lutarem contra os inimigos pela crença no evangelho da água e do Espírito receberão a benção de perceberem a verdade da Palavra de Deus.

Versículo 29: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.”

Todos os santos podem ouvir a voz do Espírito Santo vinda através da igreja de Deus, porque o Espírito fala para todos eles através dos servos de Deus. Os santos devem reconhecer o que ouvem, através da igreja de Deus, como a Sua voz.

Carta à Igreja de Sardes

< Apocalipse 3:1-6 >

“Ao anjo da igreja em Sardes escreve: Isto diz aquele que tem os sete espíritos de Deus, e as estrelas: Conheço as tuas obras; tens nome de que vives, e estás morto. Sê vigilante, e confirma o restante, que estava para morrer; porque não tenho achado as tuas obras perfeitas diante do meu Deus. Lembra-te, portanto, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. Pois se não vigiares, virei como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei. Mas também tens em Sardes algumas pessoas que não contaminaram as suas vestes e comigo andarão vestidas de branco, porquanto são dignas. O que vencer será assim vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; antes confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos. Quem tem ouvidos, ouça o que o espírito diz às igrejas.”

 

Exegese

Versículo 1: “Ao anjo da igreja em Sardes escreve: Isto diz aquele que tem os sete espíritos de Deus, e as estrelas: Conheço as tuas obras; tens nome de que vives, e estás morto.”

O Senhor tem os sete espíritos de Deus e as sete estrelas. A Igreja de Sardes tinha muitas fraquezas em sua vida de fé. Deus advertiu a Igreja a viver pela fé. Deus disse aqui ao servo da Igreja de Sardes, “você tem um nome que vive, mas você está morto”. Assim, Deus quis dizer que a fé do servo da Igreja de Sardes estava morta para todos os fins práticos.

Versículo 2: “Sê vigilante, e confirma o restante, que estava para morrer; porque não tenho achado as tuas obras perfeitas diante do meu Deus.”

O Senhor não permitiu mais que o anjo da Igreja de Sardes continuasse na infidelidade. Ele repreendeu a Igreja porque ela vivia sem a fé completa na Palavra de Deus. Para os santos, não viver suas vidas crendo inteiramente em toda a Palavra escrita de Deus é como viver cometendo pecados diante da presença de Deus.

Mesmo quando são fracos, se os santos vivem pela fé na Palavra de Deus, eles serão exaltados diante de Deus e dos homens. Para nos tornarmos santos cuja fé é completa, nós devemos viver nossas vidas crendo e seguindo a Palavra de Deus, que nos tornou totalmente santos.

Versículo 3: “Lembra-te, portanto, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. Pois se não vigiares, virei como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei.”

Os santos e servos da Igreja Primitiva tinham que fazer imensuráveis sacrifícios para ouvir e guardar o evangelho da água e do Espírito. O Senhor, portanto, falou para eles não perderem a sua fé neste precioso evangelho da água e do Espírito, o evangelho que custou tantos sacrifícios e até mesmo as suas vidas inteiras para recebê-lo. Os crentes devem demonstrar claramente a sua fé e suas obras para Deus guardando com firmeza este evangelho da perfeita salvação da água e do Espírito.

Aqueles que são salvos devem sempre lembrar como primeiramente ouviram e creram no evangelho da água e do Espírito, vivendo suas vidas em agradecimento pela graça da salvação. Os santos nascidos de novo e servos devem sempre compartilhar o quão grande e abençoado é o evangelho que receberam do Senhor. Caso contrário, eles permanecerão no lugar dos tolos, não sabendo quando o Senhor retornará a esta terra.

Versículo 4: “Mas também tens em Sardes algumas pessoas que não contaminaram as suas vestes e comigo andarão vestidas de branco, porquanto são dignas.”

Todavia, o Senhor nos diz que a Igreja de Sardes ainda tinha alguns crentes que, não tendo contaminado as suas vestes, estavam firmes em sua fé. O Senhor também diz que estes santos fiéis viverão como servos de Deus, que, revestidos de Sua justiça, andarão com o Senhor. Eles poderão andar com Deus, porque sua fé foi digna de andar com Ele.

Os santos cuja fé é aprovada por Deus seguem ao Senhor por onde Ele os guie. O fato de eles não terem contaminado suas vestes significa que, confiando na Palavra do Senhor, eles não se renderem às coisas do mundo. Aqueles que foram revestidos com as vestes da justiça pelo evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor se apegam com firmeza à Sua Palavra e não têm compromisso com o mundo. Eles desenham, em outras palavras, uma clara linha de separação dos falsos evangelhos.

Aqueles que foram vestidos de branco pela crença no evangelho do Senhor trabalham para o Seu evangelho e vivem uma vida nesse mundo de quem anda com Ele. É por isso que o Senhor está sempre com eles, pois sempre O seguem pela crença na Sua Palavra.

Versículo 5: “O que vencer será assim vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; antes confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.”

Queira saber mais sobre a Revelação (Apocalipse)? Por favor clique no banner abaixo para adquirir seu livro grátis sobre a Revelação (Apocalipse).

Aqueles que vencerem o mundo pela crença na Palavra de Deus viverão eternamente, vestidos na justiça de Deus como Seus santos e servindo às obras de Deus. O Senhor também aprovará a sua fé e escreverá seus nomes no Livro da Vida, e estes nomes não serão apagados para sempre.

A Palavra da promessa do nosso Senhor nos fala que, aqueles que têm a verdadeira fé, certamente triunfarão em sua batalha contra os inimigos de Deus. “O que vencer será assim vestido de vestes brancas.” As vestes brancas aqui significam a vitória na batalha da fé contra os inimigos de Deus. Aos vencedores da fé é dada a benção, pela qual seus nomes não serão apagados do Livro da Vida para sempre. E seus nomes também serão escritos na Nova Jerusalém. “Confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos anjos”. “Confessar” aqui significa que o Senhor aprovará a sua fé.

Versículo 6: “Quem tem ouvidos, ouça o que o espírito diz às igrejas.”

Aqueles que têm a verdadeira fé sempre ouvem o que o Espírito Santo diz a eles através de Suas igrejas. Assim, eles vivem com Deus e são constantemente guiados pelo Espírito Santo.

 

Carta à Igreja de Filadélfia

< Apocalipse 3:7-13 >

“Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve: Estas coisas diz o santo, o verdadeiro, aquele que tem a chave de Davi, que abre, e ninguém fechará, e que fecha, e ninguém abrirá: Conheço as tuas obras—eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém pode fechar—que tens pouca força, entretanto, guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome. Eis farei que alguns dos que são da sinagoga de Satanás, desses que a si mesmos se declaram judeus e não são, mas mentem, eis que os farei vir e prostrar-se aos teus pés e conhecer que eu te amei. Porque guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para experimentar os que habitam sobre a terra. Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.”

Exegese

Versículo 7: “Ao anjo da igreja em Filadélfia escreve: Estas coisas diz o santo, o verdadeiro, aquele que tem a chave de Davi, que abre, e ninguém fechará, e que fecha, e ninguém abrirá:”.

O Senhor reina sobre o Reino do Céu como Rei de todas as coisas. Ele é Deus com absoluta autoridade e poder – O que Ele abre ninguém pode fechar e o que Ele fecha ninguém pode abrir. O Senhor é o Deus perfeito que veio a esta terra e libertou os pecadores de todos os seus pecados com o evangelho da água e do Espírito. O portão do Céu só pode ser aberto com a chave do evangelho da água e do Espírito dado pelo Senhor. Nada mais pode abri-la, pois tudo o que pertence a este Reino depende do nosso Senhor Deus.

Versículo 8: “Conheço as tuas obras—eis que tenho posto diante de ti uma porta aberta, a qual ninguém pode fechar—que tens pouca força, entretanto, guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome.”

O Senhor abriu a porta do evangelismo através da igreja de Deus. Assim, ninguém pode fechar a porta sem a permissão do Senhor. Os santos devem portanto se apegar à sua primeira fé até o final, quando o Senhor retornar. Este é o tipo de fé que os servos de Deus e Seus santos devem ter. A sua fé não deve ser do tipo cujo início é grande, mas que o fim é a morte. Eles devem guardar a primeira e imutável fé que o Senhor deu a eles.

A fé dos santos é a fé no evangelho da água e do Espírito, que crê no fato de que o Reino do nosso Senhor virá para esta terra e para o Novo Céu e Nova Terra, e que todos viveremos neste Reino para sempre. Os santos devem se apegar a essa fé até o dia que se encontrarem com o Senhor.

O servo e os santos da Igreja de Filadélfia tinham pouca força. Eles também tinham muitas fraquezas. Contudo, o mais importante, eles guardaram a Palavra de Deus e não negaram o nome do Senhor

Versículo 9: “Eis farei que alguns dos que são da sinagoga de Satanás, desses que a si mesmos se declaram judeus e não são, mas mentem, eis que os farei vir e prostrar-se aos teus pés e conhecer que eu te amei.”

Deus disse que Ele traria alguns dos falsos crentes e os deixaria de joelhos, para que soubessem o quanto Deus realmente amava a Igreja de Filadélfia, uma Igreja Dele.

A passagem “Sinagoga de Satanás, desses que a si mesmos se declaram judeus e não são” se refere aos Judeus que achavam que estavam glorificando a Deus com sua fé. Mas muitos deles, na verdade, não estavam. Pelo contrário, tinham se tornado servos de Satanás e estavam atrapalhando a Igreja de Deus e Seus santos.

Nós precisamos perceber que hoje, como antes, muitos daqueles que clamam o nome de Jesus e O adoram também se tornaram servos de Satanás, sendo usados pelo Diabo como seu instrumento. Deus mostrou um amor particular ao servo da Igreja de Filadélfia, a quem Ele amou e usou como Seu vaso de honra.

Versículo 10: “Porque guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para experimentar os que habitam sobre a terra.”

Em particular, o Senhor elogiou o servo da Igreja de Filadélfia por guardar o Seu mandamento de perseverar. Sem este tipo de paciência especial, de fato, nós não podemos esperar pelo cumprimento de todas as promessas da Palavra de Deus. Para guardarmos o Seu mandamento de perseverar, devemos ter fé absoluta na Palavra de Deus. Por sua perseverança, o Senhor deu à Igreja de Filadélfia uma recompensa especial. Esta recompensa especial veio na forma de guardar a Igreja de Filadélfia na hora da provação. A hora da provação aqui se refere ao impedimento do Anticristo.

Versículo 11: “Venho sem demora. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.”

Porque o retorno do Senhor é iminente, os santos devem defender e guardar a sua fé no evangelho da água e do Espírito. Eles também devem crer e aguardar em sua esperança pelo Novo Céu e Nova Terra prometida por Deus. Os servos de Deus devem estar com os santos e guardá-los de perder sua fé, para que a recompensa de Deus não seja roubada deles.

Queira saber mais sobre a Revelação (Apocalipse)? Por favor clique no banner abaixo para adquirir seu livro grátis sobre a Revelação (Apocalipse).

Versículo 12: “Ao vencedor, fá-lo-ei coluna no santuário do meu Deus, e daí jamais sairá; gravarei também sobre ele o nome do meu Deus, o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém que desce do céu, vinda da parte do meu Deus, e o meu novo nome.”

Aqueles que vencerem Satanás integrarão a coluna dos mártires. Seus nomes serão escritos no Santo Templo do Reino de Deus. Mesmo agora, eles estão sendo usados como grandes trabalhadores na igreja de Deus e continuarão a ser usados como instrumentos pelo Senhor.

Versículo 13: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.”

Aqueles que têm ouvidos para ouvirem a Palavra de Deus são os servos de Deus e Seus santos. Eles ouvem o que o Espírito diz, através da Igreja de Deus. Assim, os servos de Deus e Seus santos devem permanecer dentro da igreja que Ele os deu e devem proteger e defender esta igreja.

 

Carta à Igreja de Laodicéia

< Apocalipse 3:14-22 >

“Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; oxalá foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és quente nem frio, vomitar-te-ei da minha boca. Porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungires os teus olhos, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo: sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. Ao que vencer, eu lhe concederei que se assente comigo no meu trono. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.”

Exegese

Versículo 14: “Ao anjo da igreja em Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:”

Nosso Senhor veio a esta terra e obedeceu a Deus Pai até a Sua morte, para cumprir a vontade do Pai. Em outras palavras, Ele obedeceu todos os mandamentos com um “Amém”, se era a vontade de Deus. Nosso Senhor é o servo fiel do Reino de Deus Pai e a verdadeira testemunha, que testificou de Si mesmo como Filho de Deus e Salvador. Nosso Senhor é o Deus da criação do princípio.

Versículo 15: “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; oxalá foras frio ou quente!”

Deus repreendeu o servo da Igreja de Laodicéia por sua fé morna. Este servo merecia a ira de Deus. Se a fé de alguém é morna diante Dele, a pessoa deve tornar isso claro, fazendo sua fé quente ou fria. A fé que Deus quer de nós é aquela claramente definida, se é quente ou fria. Esta fé clara é também um requisito absoluto na crença do evangelho da água e do Espírito.

Quando se crê em Deus, existem dois tipos de crentes. De um lado, temos aqueles que crêem que o evangelho da água e do Espírito é o verdadeiro evangelho e que não há nenhum outro. Por outro lado, temos aqueles que crêem que existem outros evangelhos, além do evangelho da água e do Espírito. E a fé deste último é apenas morna.

Eles pensam que é suficiente crer em Jesus e que não há necessidade em discernir entre o verdadeiro e o falso evangelho. Alguns deles até mesmo pensam que Jesus não é o único Salvador, mas que a salvação também pode ser encontrada em outras religiões deste mundo. Assim como essa, a fé do servo da Igreja de Laodicéia também era morna, sem qualquer separação clara entre o verdadeiro e os falsos evangelhos – não há nenhum outro evangelho, apenas o da água e do Espírito. É por isso que este servo trouxe aborrecimentos para Deus e atraiu a Sua ira.

Versículo 16: “Assim, porque és morno, e não és quente nem frio, vomitar-te-ei da minha boca.”

Nosso Senhor Deus pede uma fé clara de Seus servos. Nós devemos compreender que Deus não aprecia a fé que não é fria nem quente. Quando cremos no Senhor, portanto, devemos claramente guiar nosso coração pela medida da Palavra de Deus e permanecer firmes na Sua vontade, crendo nela. Aqueles que nasceram de novo também devem permanecer claramente no lado do evangelho bíblico, da água e do Espírito, e enfrentar aqueles que espalham outros evangelhos que não este verdadeiro evangelho. Deus nos fala que, se os justos não permanecerem neste lado claro da fé, irá vomitá-los. Onde, então, está a sua fé?

Versículo 17: “Porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;”

Aqueles cuja fé no Senhor é morna crêem que a sua fé é boa e, então, permanecem esquecidos da pobreza da sua fé. Porque o servo da Igreja de Laodicéia também foi envolvido por esta fé morna, ele falhou em compreender como realmente estava miserável. Para ter uma fé clara e definitiva, portanto, era preciso enfrentar as provações e perseguições pela verdade, e atravessar a batalha da fé contra os mentirosos. Apenas assim ele poderia perceber o quão coitado, miserável, pobre e nu estava. Nós todos devemos ter uma fé clara diante do Senhor.

Versículo 18: “aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungires os teus olhos, para que vejas.”

Deus falou para o anjo da Igreja de Laodicéia para refinar a sua fé. O Servo daquela Igreja deve reconstruir os fundamentos da sua fé, no evangelho da água e do Espírito, e ser vestido com uma veste de completa justiça. Também deve olhar para si mesmo, retornar e redefinir claramente a sua fé. Ele deve guardar a sua fé em perseverança e, assim, aprender e cumprir sua esperança pelo refinamento da sua fé.

Você também deve atravessar uma pesada opressão e perseguição pelo evangelho da água e do Espírito, o evangelho da verdade dado por Deus. Apenas assim pode perceber quão preciosa é a verdade do evangelho da água e do Espírito. Você já quebrou a sua própria justiça humana para guardar a justiça de Deus, recebida através do evangelho da água e do Espírito? Aqueles que já quebraram a justiça humana sabem quão preciosa e abençoada é a justiça de Deus. Você deve compreender que sem a sua fé, que confia no Senhor, sua vida se tornaria simplesmente miserável. Portanto, você deve aprender com a fé que o Senhor deu para Seus servos antes de nós e cobrir a vergonha da sua falta de fé.

Nós não devemos esquecer o fato de que é um sacrifício aprender a fé verdadeira. Ela é aprendida pelo andar de fé dos precursores espirituais passo a passo, por isso devemos pagar o preço do sacrifício. Devemos, também, estar prontos para perder as coisas do mundo, por causa da construção do Reino do Senhor e para o avanço da nossa fé, e para abrir mão de todas as coisas pelo Senhor.

Versículo 19: “Eu repreendo e castigo a todos quantos amo: sê pois zeloso, e arrepende-te.”

O Senhor repreende e castiga aqueles que conhecem e crêem no Seu amor, se a sua fé é sem obras. Aqueles que são amados pelo Senhor, portanto, devem trabalhar duro para Ele e seguí-Lo com a verdadeira fé.

Versículo 20: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.”

Aqueles que se tornam servos de Deus compartilham suas vidas com Ele, em alegria ou tristeza. Aqueles que trabalham para o Senhor vivem crendo na Palavra do Senhor e, através da sua fé, nosso Senhor sempre cumpre todas as Suas obras.

Queira saber mais sobre a Revelação (Apocalipse)? Por favor clique no banner abaixo para adquirir seu livro grátis sobre a Revelação (Apocalipse).


Versículo 21: “Ao que vencer, eu lhe concederei que se assente comigo no meu trono.”

A verdadeira fé é ganha ou perdida, dependendo se a pessoa está pronta ou não para abraçar o martírio. Aqueles que lutam contra Satanás, pela crença na Palavra do Senhor, receberão vitória e serão glorificados por Ele. Os santos e os servos de Deus estão sempre engajados na batalha espiritual contra Satanás. Nesta batalha, eles sempre podem vencer pela crença na Palavra do Senhor. Aqueles que vencerem em sua luta contra Satanás serão glorificados com o Senhor.

Versículo 22: “Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.”

Os santos devem sempre ouvir a voz de Deus e seguir a liderança do Espírito Santo. Quando fazem isso, sua fé se torna daqueles que andam com o Espírito Santo e a vitória espiritual será sempre deles.

 

O DISCÍPULO QUE DEUS QUER QUE SEJAMOS!
 
Atos 9:10-20
 
Todos conhecem muito bem o Apóstolo Paulo, porém poucos sabem quem foi Ananias!
 
Ananias não era um Apóstolo! Não era um Sacerdote! Não era um Diácono! Também não era um Profeta!
 
Era simplesmente um servo, discípulo do Senhor Jesus. Um crente fiel que sabia discernir bem a voz e a vontade do Senhor.
 
Imagino que ele deva ter ouvido na sua Igreja uma palavra de alerta e de advertência para que os irmãos tomassem o máximo de cuidado e cautela porque o mais terrível e cruel perseguidor da Igreja naqueles dias, o soldado romano Saulo de Tarso, obtivera dos Principais Sacerdotes autorização para perseguir e prender todos os cristãos de Jerusalém e circunvizinhança... Havia serissima ameaça no ar! O risco era muito grande!
 
Com todas estas informações e preocupações o servo Ananias se põe a orar... De repente, o seu Deus lhe aparece numa visão e lhe ordena que vá à rua que se chama "direita", à casa de um homem chamado Judas, e que procure exatamente pelo homem chamado Saulo, apelidado de Tarso... Ananias com um jeitinho todo especial fala a Deus... "Senhor, de muitos tenho ouvido a respeito desse homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém..." Atos 9:13. Porém o Senhor lhe ordena: "Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel..." Então Ananias foi e, entrando na casa, impôs sobre ele as mãos, e já chamou-o de irmão, e disse: "o Senhor me enviou para que recuperes a visão e fiques cheio do Espírito Santo" Atos 9:17. Esta foi a sua missão... Saulo saiu dali transformado num novo homem, veio a ser o abençoado Apóstolo Paulo que todos nós conhecemos.
 
Nos dias atuais Deus busca discípulos como Ananias... Que sejam :-
 
1. OBEDIENTES A DEUS (V.10)
 
Não basta aprender a ouvir a voz de Deus. É preciso dispor-se a obedecer ao mandado do Senhor! Ananias mesmo correndo sérios riscos humanos que poderiam afetar gravemente a sua rotina de vida, se dispos a obedecer a Deus, colocando o reino de Deus e a Sua Vontade realmente em primeiro lugar! Deus busca hoje discípulos obedientes em qualquer circunstância.
 
2. QUE SEJAM CAPAZES DE PERCEBER A VONTADE DE DEUS ATÉ NOS DETALHES (V. 11-13)
 
Ananias soube controlar as emoções em meio a visão para discernir bem o que Deus estava mostrando e falando. Percebeu nos mínimos detalhes o que Deus lhe estava requerendo...:- 1) ir à uma rua; 2) que se chamava "direita"; 3) à casa de um homem chamado Judas; 4) procurar por Saulo de Tarso, que Deus escolhera para seu serviço; 5) o qual seria achado "orando"; 6) deveria impor sobre ele as mãos e orar por ele para:- 6.1) que recuperasse a vista; 6.2) para que fosse cheio do Espírito Santo. Por entender bem a vontade de Deus até mesmo nos detalhes, não houve nenhum erro. Deu tudo certo! Exatamente de acordo com a vontade de Deus. Nos dias em que vivemos hoje há muitas missões especiais que Deus quer confiar a servos que sejam capazes de perceber tudo nos mínimos detalhes, entender bem, e fazer tudo certinho!
 
3. QUE CREIAM PIAMENTE QUE DEUS PODE TRANSFORMAR VIDAS (V.13-16)
 
Ananias creu que Deus era poderoso para transformar a vida de Saulo de Tarso. Tanto creu que, ao entrar na casa foi logo chamando Saulo de "irmão"! (v.17)! Nestes dias Deus quer discípulos assim, que ao pregar, ao ministrar a alguém, o faça crendo piamente que Deus é capaz de transformar o mais vil pecador em um santo! Que faça a obra com fé!
 
4. QUE COMPARTILHE A UNÇÃO COM OUTRAS PESSOAS (V.17-18)
 
Deus não precisava ter cegado a Saulo e nem ter enviado Ananias lá para orar por ele para que recuperasse a visão e fosse cheio do Espírito Santo. Contudo aprouve a Deus usar o servo Ananias para este serviço! Moisés repartiu da unção que estava sobre ele com os Anciãos escolhidos para julgar as causas do povo de Israel... Eliseu pediu e recebeu porção dobrada do Espírito que estava sobre Elias. Saulo recebeu a unção de Deus através da ministração de Ananias! Hoje não é diferente! O Deus que nos enche e nos coroa com toda sorte de bênçãos nas regiões espirituais em Cristo quer que compartilhemos com outros as bênçãos recebidas. Deus quer hoje discípulos ministradores!
 
CONCLUSÃO:-
 
Disponha-se hoje a ser um verdadeiro discípulo do Senhor, obediente à sua voz, com aguçado grau de discernimento espiritual para perceber o que Deus está pedindo até nos detalhes, que ao realizar a obra de Deus, creia que ele é poderoso para transformar vidas e tenha prazer em separar um tempo para repartir com outros as bênçãos e unção que de Deus você tem recebido.
 
Leia mais https://dclevilopes.webnode.pt/estudos-biblico/
 
Crie seu site grátis: https://www.webnode.com.br

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!